Refinamento de Tarefas

Esse evento ocorre com o objetivo de detalhar as tarefas para serem trabalhadas pelo time e priorizar os alvos da equipe para o próximo Sprint.

Sobre o Refinamento de Tarefas

O refinamento de Backlog é uma boa prática realizada pelos times para transformar objetivos, demandas e projetos em ações menores, como Milestones e Tarefas.

Nesse encontro, desdobram-se as ideias ou requisitos dos stakeholders no Backlog do time, preparando a equipe para o Sprint que irá se iniciar, e prioriza-se o que o time deve elencar como principais alvos na próxima quinzena.

Objetivos do Refinamento

O objetivo desse rito é, como o próprio nome indica, refinar o Backlog do produto adicionando novas tarefas ou alterando as que já existem atualmente. Isso é feito baseado nas demandas dos stakeholders e nos requisitos gerados para cada projeto ou produto.

Além disso, também são levadas em consideração as OKRs (Objetivos e Resultados Chaves) do time elencando as métricas de sucesso da equipe e o que necessita ser realizado para que elas sejam atingidas ao longo do trimestre.

Com a realização dessa cerimônia, o time consegue mapear os trabalhos do próximo Sprint e, também atualizar o seu Roadmap frente ao trimestre ou semestre vigente.

Guia de preparação

Para que o rito possa acontecer, o Product Owner do time deve reservar momentos individuais para priorizar quais as Milestones que serão trabalhadas pelo time e quais serão os critérios de aceite de cada uma.

É função do P.O., então, chegar com essa visão mapeada no Refinamento do Backlog e com o máximo de informações possíveis sobre cada Milestone priorizada por ele.

Para isso, ele deve procurar com antecedência os stakeholders do projeto, entender as perspectivas de futuro de cada um para o produto feito, absorver as demandas existentes para o time, analisar as métricas e resultados alcançados até o momento e, por fim, transformar todas essas informações obtidas nas Milestones de trabalho de acordo com os seus critérios como P.O.

No que tange ao time como um todo, para se preparar, reserve um momento na agenda de todos os membros e garanta que todos entendem os objetivos do rito e que estarão aptos para contribuir com a formação do Backlog do time.

Guia de execução

Durante a realização do evento de Refinamento de Backlog, o Product Owner apresenta as Milestones priorizadas por ele para toda a equipe, os contextos envolvidos em cada Milestone e os critérios de aceite para cada entrega estipulada.

O time, por sua vez, levanta questões técnicas e funcionais para as Milestones em discussão, opina e sugere melhorias nas informações apresentadas, como novos itens nos critérios de aceite ou até mesmo novas Milestones que não foram pensadas inicialmente, e todos entram em acordo quanto aos trabalhos do próximo Sprint.

Depois desses acordos feitos, o time cria junto ao P.O. as tarefas relacionadas à cada Milestone.

Assim, durante todo o rito, as Milestones são descritas com as tarefas e o Backlog do próximo Sprint do time é refinado, deixando - o pronto para ser executado na quinzena seguinte.

Dicas do Roads

Nós do Roads recomendamos que os stakeholders do projeto participem do evento de Refinamento das Tarefas para opinarem e sugerirem demandas para o time, caso o PO não tenha mapeado com antecedência.

Além disso, indicamos também que se tenha a presença de um membro de cada área do time, pelo menos, no Refinamento do Backlog.

Por exemplo: se o time desenvolve produtos, garanta o comparecimento de um Desenvolvedor, um Quality Analysis (QA) e um User Experience (UX). Já se for um time de Negócios, como o Comercial, tenha, ao menos, um Hunter e um Closer no evento.

Independente dos papeis presentes, isso porque deve se garantir que as Milestones priorizadas fazem sentido e é o que realmente precisam ser executadas por todo o time e não apenas por uma parcela dele.

E essa visão do que fazer/não fazer no Sprint seguinte, é construída no evento de Refinamento de Backlog e não durante o Sprint Planning.

Guia de preparação

Para que o rito possa acontecer, o Product Owner do time deve reservar momentos individuais para priorizar quais as Milestones que serão trabalhadas pelo time e quais serão os critérios de aceite de cada uma.

É função do P.O., então, chegar com essa visão mapeada no Refinamento do Backlog e com o máximo de informações possíveis sobre cada Milestone priorizada por ele.

Para isso, ele deve procurar com antecedência os stakeholders do projeto, entender as perspectivas de futuro de cada um para o produto feito, absorver as demandas existentes para o time, analisar as métricas e resultados alcançados até o momento e, por fim, transformar todas essas informações obtidas nas Milestones de trabalho de acordo com os seus critérios como P.O.

No que tange ao time como um todo, para se preparar, reserve um momento na agenda de todos os membros e garanta que todos entendem os objetivos do rito e que estarão aptos para contribuir com a formação do Backlog do time.

Dicas do Roads

Nós do Roads recomendamos que os stakeholders do projeto participem do evento de Refinamento das Tarefas para opinarem e sugerirem demandas para o time, caso o PO não tenha mapeado com antecedência.

Além disso, indicamos também que se tenha a presença de um membro de cada área do time, pelo menos, no Refinamento do Backlog.

Por exemplo: se o time desenvolve produtos, garanta o comparecimento de um Desenvolvedor, um Quality Analysis (QA) e um User Experience (UX). Já se for um time de Negócios, como o Comercial, tenha, ao menos, um Hunter e um Closer no evento.

Independente dos papeis presentes, isso porque deve se garantir que as Milestones priorizadas fazem sentido e é o que realmente precisam ser executadas por todo o time e não apenas por uma parcela dele.

E essa visão do que fazer/não fazer no Sprint seguinte, é construída no evento de Refinamento de Backlog e não durante o Sprint Planning.

Outros eventos que você pode gostar: