Sprints no Scrum: 5 aprendizados que te ajudarão a crescer

Aprendemos muito mais com nossos erros do que com acertos. Por essa razão, hoje te mostraremos 5 ensinamentos que você pode tirar de Sprints ruins.

Nem tudo são rosas, mas é na adversidade que muitas vezes tiramos nossos melhores aprendizados. Como sempre falamos por aqui, seu primeiro Sprint vai sempre ser o pior. E isso não é motivo para desânimo, afinal de contas, nós aprendemos muito mais com nossos erros do que com acertos. Por isso mesmo hoje vamos te mostrar os 5 melhores ensinamentos que você pode tirar de Sprints ruins. O melhor momento de consolidar os aprendizados durante o Sprint é na retrospectiva, que é o momento em que as pessoas vão discutir exatamente sobre o que devemos manter para os próximos Sprints, o que devemos mudar e o que devemos parar de fazer.

1 – Descubra e elimine os impedimentos recorrentes

Um dos maiores motivos de uma Sprint não ter sucesso são os impedimentos que acontecem repetidamente, com mais de um membro do time. Vale lembrar que impedimentos não só fazem com que o time faça entregas com menos velocidade, mas também acabam por diminuir o valor dessas entregas, gerando menos valor pelo esforço que foi realizado.

Problemas de comunicação, falta de especificação e descrição nas tarefas, explicações insuficientes sobre o propósito de uma entrega. Todos esses são impedimentos comuns de ocorrerem e diminuem a performance e eficácia de um time, fazendo com que as entregas demorem mais e não gerem o impacto esperado e desejado para os interessados. Conte com o seu Scrum Master para te ajudar nessa missão, pois essa é a função principal desse membro do time.

2 – Foque na melhoria contínua

É normal, ao termos um Sprint ruim, termos uma sensação de que “isso não está dando certo”, ou até de “é melhor voltar a trabalhar do jeito antigo”. Mas esses pensamentos são imediatistas, enquanto as melhorias ao se trabalhar com Scrum são mais bem visualizadas ao olhar para o médio-longo prazo.

Ao invés de focar na velocidade, devemos nos voltar para a agilidade e o direcionamento dos nossos times. Faça uma analogia entre a velocidade do seu time e os juros compostos no mercado financeiro. Quanto mais tempo você deixa a agilidade agir, maiores os ganhos que sua empresa terá.

Mas obviamente, focar na melhoria contínua não quer dizer simplesmente deixar as coisas como estão e esperar uma melhoria milagrosa. É necessário planejar de forma correta como agir para corrigir o que pode ter atrapalhado. O ciclo de PDCA pode te ajudar nisso: você verá que, a cada melhoria, a velocidade do seu time irá aumentar de maneira exponencial.

3 – O que podemos ajustar?

Em anos de experiência, nunca vi Sprints que tenham sido um completo desastre, em que absolutamente tudo tenha dado errado. Em grande parte dos casos, vemos que os gestores, ainda sem saber como agir, e membros do Time Scrum, cometeram alguns erros, mas por falta de prática e experiência.

Entender o motivo de cada ritual e como se adaptar ao novo modo de trabalho são essenciais à maturidade de uma empresa no mundo ágil. Então, ao invés de só olhar para o que deu errado, olhe para pequenos ajustes que podem ser feitos e irão, sem muitas mudanças, gerar os resultados esperados.

4 – O que deu certo?

Além disso, muitas pessoas se esquecem de ver os acertos durante um Sprint que não atendeu às expectativas prévias. Na intenção de dar um passo à frente, muitos gestores acabam não prestando atenção e deixam de fazer o que deu certo, dando dois passos para trás.

Você realmente acha que, caso sejam consertados os erros de uma Sprint, a próxima será melhor, mesmo se nos mantivermos fazendo o que deu certo? A mentalidade Ágil se aproxima muito da mentalidade Lean nesse aspecto. Por que devemos desperdiçar os esforços que geraram resultados? Isso te soa correto?

5 – Use a internet a seu favor

Todos os conhecimentos hoje estão a um clique de distância. Uma vez que você identificou os problemas que tenham acontecido, você pode se sentir perdido, pensando: “e agora, o que eu faço para não repetir esse erro nos próximos Sprints?”.

A maior dica que posso te dar é: pesquise. Sério, muito provavelmente alguém no mundo já teve um problema parecido com o que você está passando. Essa pessoa provavelmente encontrou uma solução, então por que não tentar resolver de um jeito que já deu certo? Nosso aprendizado se encontra disponível gratuitamente para você em nosso blog, contando nossas experiências, conquistas e dificuldades no mundo ágil.

Nós, do Roads, já passamos por diversas situações adversas e conseguimos supera-las, e um dos principais pontos é documentar as possíveis melhorias e testá-las, sabendo qual problema foi resolvido e o que foi feito para resolver ele. Caso precise, conte com um dos nossos especialistas!

Receba os melhores insights para a gestão do seu negócio.

Increva-se na Newsletter!

Vamos te enviar os melhores insights
Oops! Something went wrong.
Não se preocupe, não vamos te mandar SPAM!