Scrum x Kanban: fazendo uma comparação justa

Cada coisa na vida tem seus pontos fortes e fracos. O mesmo serve para metodologias ágeis, e por isso hoje vamos falar sobre Scrum x Kanban.

O post de hoje vai trazer uma polêmica e fazer a cabeça ferver com vários insights! Preparados? NÃO HÁ ALGO QUE SIRVA PARA TUDO OU UM TUDO QUE SE ENCAIXE EM QUALQUER COISA. Por exemplo: a gente não consegue usar uma colher como chave de fenda, nem um alicate para comer sopa. O mesmo serve para metodologias ágeis, e por isso hoje vamos falar sobre Scrum x Kanban.

Entendendo nossas ferramentas

Um bom agilista sabe que precisa ter um cinto de utilidades, mas não precisa usar todas as ferramentas indistintamente só por usar ou porque estão na moda. Como agilistas, nossa responsabilidade é fazer as coisas com propósito, carinho, cuidado e pensando sistemicamente o melhor para o contexto atual. Então, não use Scrum ou Kanban para tudo. Entenda as diferenças!

Scrum

Scrum é um framework estrutural usado para gerenciar o trabalho em produtos complexos e ele vem sendo aplicado desde o início de 1990. Scrum não é um processo, uma técnica ou um método definitivo. Em vez disso, é um framework dentro do qual você pode empregar vários processos ou técnicas. Como em toda metodologia ágil, o importante é a entrega de valor, as pessoas e suas relações: ter eficiência e poder mudar sempre que necessário.

O Scrum se sustenta na transparência, na inspeção e na adaptação. Ele também é um framework revolucionário, e define maneiras de se trabalhar para que a eficiência seja alcançada. Nesse sentido, papéis e cerimônias são bem descritas, assim como os artefatos envolvidos. Perceba que mesmo o Scrum sendo flexível e adaptável, é preciso ter cuidado para não se deixar levar por erros comuns ao implementar o Scrum. Esses erros podem inviabilizar todo o valor do seu Sprint, mas contorná-los é muito fácil.

No Scrum, existem coisas das quais não podemos abrir mão, por exemplo, papéis e eventos:

  • Se não tivermos um Scrum Master, não estamos aplicando Scrum;
  • Assim como se não tivermos todos os eventos, não estamos aplicando o Scrum;
  • E se não tivermos entregas contínuas, no formato de incrementos de produto para que o cliente dê feedback a cada sprint, não estamos aplicando Scrum.

Em poucas palavras, para ter todas as vantagens do Scrum, você precisa segui-lo adaptando-o ao seu contexto, mas não o decapitando.

Kanban

Kanban é um método ágil e visual para controle de produção ou gestão de tarefas. Foi criado pela japonesa Toyota na década de 1960 e faz parte da metodologia JIT (Just in Time), um sistema de administração da produção que determina que somente o imprescindível para realização da etapa seguinte do processo deve ser feito, em um fluxo de trabalho contínuo. Por ser tão simples e fácil de usar, às vezes o confundimos o Kanban com outras outras ferramentas, mas é importante frisar que o Kanban não é uma “to do list”, nem se resume à um board ou um cartão.

O Kanban tem três principais funções:

  • Gerenciar o fluxo de trabalho e permitir que qualquer pessoa tenha uma dimensão do que está sendo produzido e em que ritmo está sendo produzido;
  • Equilibrar os processos que vêm antes e depois, para que uma atividade não seja interrompida pela falta de uma outra que deveria ter sido entregue anteriormente;
  • Limitar a quantidade de trabalho que deve ser realizada pela equipe, respeitando sua capacidade produtiva.

Scrum X Kanban: comparando as metodologias

O Scrum e o Kanban são atualmente as metodologias mais aplicadas e disseminadas no mundo ágil. A princípio, pode ser difícil diferenciar cada uma e mais ainda decidir por qual delas optar. Por isso, fizemos a tabela abaixo que compara as duas metodologias de maneira que facilite sua escolha.

Definindo um pouco mais

Quando falamos de de um método revolucionário, queremos dizer que ele exige adaptações da sua realidade para com o que o método prega, ou seja, mudanças um pouco mais drásticas e esse é o caso do Scrum. O Kanban, por outro lado, é evolucionário. Nesse contexto, independente do que você está vivendo, você consegue implementar esse método a partir do que você já tem.

Falando de outra forma é, quando tratamos de Kanban, a ideia é que você olhe para seu fluxo de trabalho, torne-o visível em um quadro, siga normalmente com a entrega de suas tarefas e, por fim, faça aos poucos as melhorias no fluxo (adicionando/removendo colunas, definindo acordos, políticas de transição entre colunas e etc).

Já o Scrum depende da Sprint e isso significa que a cada Sprint ALGO PRECISA SER ENTREGUE. Ao contrário do Kanban que não impõe um tempo da entrega, o importante é ser entregue e com valor para o cliente.

Dicas valiosas

Se você tem um time de produção de bens de consumo, de serviço, ou de atendimento use Kanban porque certamente existe um fluxo de trabalho. Exemplo: farmácia, padaria, lanchonete, telemarketing e etc.

Se você faz produtos ou itens personalizados, cuja entrega pode ser fatiada e entregue aos poucos para os clientes (dividir para conquistar), use Scrum. Exemplo: aplicativos, sites, projetos arquiteturais e de design. Perceba também que no Scrum pregamos que times sejam multidisciplinares e existam menos dependências externas.

No kanban, a prática de ter menos dependências externas também é recomendada, no entanto, elas podem ser explícitas e podemos as controlar melhor do que no Scrum.

Resultado da nossa comparação

Empatamos! Não existe certo ou errado, existe o necessário para um momento específico, tipo de trabalho específico, propósito específico e para pessoas específicas. Devemos entender que nem sempre precisa ser uma questão de Scrum x Kaban, mas talvez seja uma questão de Scrum e Kanban, ou só Scrum, ou só Kanban. Não tem problema! O mais importante é atender às suas necessidades.

Para que isso aconteça, analise, implemente, aprenda, melhore e seja feliz em toda essa jornada! O Roads está do seu lado para te guiar no mundo do ágil, por isso, conte com a gente!

Receba os melhores insights para a gestão do seu negócio.

Increva-se na Newsletter!

Vamos te enviar os melhores insights
Oops! Something went wrong.
Não se preocupe, não vamos te mandar SPAM!