Reinventar a roda ou utilizar metodologias?

Para não viver apagando incêndios desesperado com a lista de tarefas importantes, é fundamental que você gaste energia naquilo que importa, metodologias te ajudam nisso.

Lembra do Barcelona do treinador Pep Guardiola? O time que transformou o futebol nos últimos anos e que ficou conhecido por seu estilo de jogo. Ao utilizar metodologias, principalmente a apelidada carinhosamente por “tiki taka”, o sucesso não veio por mero acaso ou pela genialidade das grandes estrelas do time, o argentino Lionel Messi e os espanhóis Andrés Iniesta e Xavi Hernández.

O principal motivo que fez o time comandado por Pep ser multicampeão e revolucionar o futebol foi o método aplicado tanto no time principal quanto nas categorias de base do clube. Toda a cadeia futebolística do Barcelona foi transformada e passou a servir o time.

Apesar de revolucionário e de ter mudado a forma como os clubes jogam e trabalham no seu dia a dia, Guardiola e Cia não criaram nada de suas cabeças. Treinadores como Johan Cruyff e Telê Santana já haviam feito trabalhos parecidos que foram igualmente vitoriosos. O que este Barcelona fez foi analisar os recursos que tinha disponível, o mercado e, principalmente, quais eram os objetivos do clube, e definiram: “Més que un club”.

Mais que uma empresa

Assim como um clube de futebol empresas, as precisam seguir e utilizar metodologias.

Imagine sua empresa hoje. Cada time, setor, área e diretoria tem um funcionamento, tem seus rituais que são baseados naquilo que o gestor/responsável pelo time acredita ser o melhor. Para gerir a empresa toda fica muito mais difícil, já que não é nada fácil encontrar os pontos de melhoria e propor mudanças que vão melhorar os resultados. Lembra da máxima “O que não é medido não é gerenciado”?

Pois bem, Robert Kaplan quer dizer que você precisa saber identificar onde está o erro para corrigi-lo, sem achismo, baseado em dados. E é por meio de métodos estatísticos que você consegue transformar sua empresa.

Ou seja, é preciso ter uma metodologia capaz de te entregar um caminho a seguir. Aliás, a palavra método provém do termo grego méthodos que significa “caminhoou “via, que se refere ao meio utilizado para chegar a um fim.

Portanto, se você quer ser “més que una empresa” você precisa de ter um objetivo muito bem definido! Saiba onde sua empresa quer chegar e direcione todos seus esforços para este ponto.

Aqui no Roads nós utilizamos OKRs para definir nossos objetivos, é a metodologia que usamos no nível estratégico da empresa. Grandes empresas de sucesso tem por característica a disciplina e persistência por métodos.

Quando Andy Grove ficou famoso por ser o pai do OKR ele não reinventou a roda criando mais uma metodologia da cabeça. Por alguns anos ele implementou outras ferramentas, viu seu funcionamento, gerou resultados e foi realizando melhorias até chegar na metodologia finalizada que chamou de OKR.

Agora que você sabe onde você quer chegar com sua empresa, precisa definir como chegará lá e o que será feito. Escolha uma metodologia e aplique ela nos seus times antes de pensar em alterar de acordo com o que você acredita.

Então, reinventar a roda ou utilizar metodologias?

Assim como o Barcelona de Guardiola, Johan Cruyff na seleção holandesa (como jogador) e no Barcelona (como treinador), Telê Santana nas seleções brasileiras de 82 e 86 e nós aqui no Roads, você deve conhecer seus times e conhecer algumas ferramentas de gestão para implementá-las da forma mais fiel.

Aqui vou deixar 3 metodologias que usamos no dia a dia do Roads e que você já pode aplicar nos seus times, são elas:

OKRs - para o nível estratégico

Milestones - para o nível tático

Scrum - para o nível operacional.

Inscreva-se na nossa newsletter

Vamos te enviar os melhores insights
Algo deu errado.