OKRs na Prática: como começar a utilizar a metodologia!

Agora que já mostramos por que planejar antes de executar, é hora de conversarmos sobre como utilizar os OKRs na prática em sua empresa.

Para alcançar seus objetivos, é importante planejá-los bem e com um método confiável. Mas além disso, outra coisa é fundamental: saber executá-los, sabendo tirar do papel o seu planejamento estratégico. Hoje vamos falar um pouco sobre isso te lembrando sobre como é importante planejar bons objetivos, e te mostrar como fazer acontecer com o melhor exemplo que poderíamos te dar: OKRs na prática!

Pré-Planejamento

Como foi falado acima: é fundamental sempre começar o seu planejamento estratégico antes do começo do ciclo, é hora de conversarmos sobre como utilizar os OKRs (objetivos e resultados-chave) na prática em sua empresa. O primeiro passo para utilizarmos os OKRs é olhar para trás e identificar o que foi conquistado nesse trimestre. Assim teremos um benchmark interno do planejamento estratégico na sua empresa.

Com base nisso e levando em consideração como implementar OKRs na prática em sua empresa, é hora de começar o processo de mudança de utilizar metodologias mais tradicionais de planejamento estratégico (ou de nem usar uma metodologia) para utilizar os OKRs.

Após realizar seu benchmark, recomendamos capacitar todos os membros da organização. Essa etapa é especialmente importante devido ao fato de que essa mudança para os OKRs é uma mudança cultural na empresa, então todos devem entender o motivo de estarmos utilizando tal metodologia e os benefícios que ela irá trazer para a empresa. Após isso, deve-se começar a definir os objetivos que irão guiar sua empresa pelo próximo trimestre.

Porém, de nada vale estudar e capacitar os membros se sua empresa não começar a utilizar a metodologia. É válido lembrar que a metodologia OKR segue o princípio da melhoria contínua, então seu primeiro ciclo de OKR provavelmente será o mais complicado - mas mesmo assim, não desista - é dando um passo de cada vez que conseguimos completar nosso caminho.

OKRs na Prática

Na definição dos objetivos é a hora de ter pensamentos aspiracionais, pois é nesse momento que decidimos onde nós queremos chegar nesse próximo trimestre. Os objetivos devem ser ambiciosos, porém também devem ser alcançáveis.

De nada vale definir um objetivo como “dominar o mundo” para o próximo trimestre enquanto ainda se é uma empresa com relevância somente municipal. Por outro lado, não queremos criar objetivos fáceis de se alcançar, pois estaremos subestimando a capacidade das nossas equipes e diminuindo tanto a produtividade quanto a motivação dos colaboradores. Para te ajudar nesta etapa de construção de OKR, criamos o Canvas Roads OKR, uma ferramenta visual criada especialmente para você preenchê-la junto com seu time.

Após a definição dos objetivos (que são onde queremos chegar), devemos definir como mediremos nosso progresso em relação à esses objetivos. Para isso, deve-se lembrar sempre de criar os resultados-chave SMART, e para isso eles devem ser:

  • Específicos;
  • Mensuráveis;
  • Atingíveis;
  • Relevantes;
  • Temporais.

Isso quer dizer que nossos resultados-chave devem medir somente UM aspecto que é relevante para se atingir o objetivo e devem ter uma data limite. Com os OKRs definidos, antes mesmo de se começar o ciclo, devemos marcar em uma agenda todos os eventos a serem realizados no período. Esses eventos são: reuniões de check-up, criação de planos de ação, data do fim do ciclo e apresentação dos resultados para a empresa. Assim todos irão saber exatamente quando tem que recolher os dados e quais e quando serão os próximos passos.

Em seguida, prossiga realizando seu ciclo de OKRs na prática: saiba como executá-lo para aperfeiçoar ainda mais seus resultados. Durante esse ciclo, a comunicação deve ser extensiva e bem feita, de modo que todos os colaboradores saibam o que está acontecendo e como está o progresso da empresa em direção aos objetivos.

Fechamento do Ciclo

Por fim, deve-se realizar uma reunião para se discutir o que deu certo nele, que deve ser mantido para os próximos e o que deu errado, para que esses erros não sejam repetidos nos ciclos futuros, concretizando assim a melhoria contínua do seu planejamento estratégico. Aprender com os nossos erros é fundamental não só para evitar repeti-los, mas para pensar em novos caminhos e práticas que podem nos levar a uma jornada muito mais vantajosa.

Quer acompanhar seu ciclo de OKRs de maneira eficaz? É simples, o Roads te ajuda!

Receba os melhores insights para a gestão do seu negócio.

Increva-se na Newsletter!

Vamos te enviar os melhores insights
Oops! Something went wrong.
Não se preocupe, não vamos te mandar SPAM!