Erros ao se utilizar o Scrum: o que aprendemos no ClubPetro

Me sinto obrigado a te falar sobre alguns dos que eu considero os principais erros ao se utilizar Scrum, sendo também os mais comuns de acontecer

Agora que já falamos sobre os resultados que tivemos utilizando o Scrum no ClubPetro, me sinto obrigado a te falar sobre alguns dos que eu considero os principais erros ao se utilizar Scrum, sendo também os mais comuns de acontecer. O principal e mais comum erro ao se utilizar Scrum é não seguir o primeiro princípio do Manifesto Ágil para desenvolvimento de Software, que diz:

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas

Principal erro ao se utilizar o Scrum

Um dos erros que mais vemos acontecendo ao se utilizar Scrum é termos os Scrum Masters aplicando a metodologia de uma maneira extremamente engessada, sem nem considerar qualquer mudança nela. Fazendo isso eles estão colocando assim o processo antes das pessoas. O pensamento é de “o Scrum que aprendi é uma metodologia perfeita que não precisa ser modificada para nenhum time, eles que devem se adaptar à metodologia”. O maior erro ao se pensar dessa maneira é que você faz com que seus times se adaptem à metodologia exatamente como ela foi descrita, sem pensar em como ela pode ajudar o seu time, e sim pensando que, caso seu time se adapte à essa caixinha pré-definida, os resultados vão crescer por si só. Esse pensamento que falamos no parágrafo anterior não é um pensamento ágil. A realidade de cada um dos seus times e os desafios que eles enfrentam são diferentes entre si. Enquanto um time pode não ter muita incerteza, não tendo que realizar nenhuma tarefa não planejada, outros podem ter mais incerteza. Times com mais incerteza normalmente têm que incluir mais tarefas durante o Sprint. Essa é a primeira mudança que eu adotei quando implantando a metodologia no ClubPetro: mudar a duração do Sprint para atender à realidade de cada time. Enquanto no Marketing tínhamos pouquíssima incerteza, na maioria das vezes sem a necessidade de incluir nenhuma tarefa nova no meio do Sprint, no nosso time de Customer Success tínhamos uma carga extremamente maior de incertezas. Isso levava o time a ter que incluir tarefas não planejadas com mais frequência, fazendo com que às vezes mais do que 20% do trabalho a ser realizado fosse não planejado, o que não é o ideal.

Resolvendo o primeiro problema

Para resolver esse problema citado anteriormente, diminuímos o tempo do Sprint desse time de 2 semanas para 1 semana. Com isso, conseguíamos adicionar as tarefas que eram extremamente necessárias e surgiam no meio do Sprint sem acabar com ele completamente diferente do planejado. Com isso, as tarefas que poderiam ser realizadas na próxima semana (no próximo Sprint) eram priorizadas no Backlog para que não esquecêssemos delas. Então a minha primeira dica é: para times com maior incerteza, realize ciclos menores. Assim a capacidade de adaptação aumenta e os Sprints não ficam descaracterizados.

Segundo maior erro

O segundo desses grandes erros ao se utilizar o Scrum que vi e que gerou a segunda mudança que realizei em alguns times foi simplesmente modificar o Daily Scrum. Essa mudança foi realizada pelo motivo de que alguns times estavam a utilizando como uma reunião de repasses e nada era feito a respeito do que era conversado ali.Para modificar essa reunião, realizei uma mudança simples nas perguntas que eram feitas para guiar a conversa. Mudamos das clássicas três perguntas do Daily Scrum:

  • “O que vocês fizeram ontem para o andamento do Sprint?”;
  • “O que vocês vão fazer hoje para cumprir o Sprint?” e;
  • “Quais foram seus impedimentos de ontem para hoje?”.

Para:

  • “Do que vocês se comprometeram a fazer ontem, o que fizeram?”;
  • “O que vocês se comprometem a terminar de hoje para amanhã?”;
  • “O que impediu vocês de realizarem o que se comprometeram ontem?”.

Essa mudança faz com que os times se comprometam com o que irão fazer e da maior controle sobre o que está sendo feito. As tarefas que o time que se compromete a realizar são puxadas para a coluna “Doing” e os responsáveis já são definidos. Com isso, no próximo dia conseguimos saber se as tarefas que cada membro se comprometeu foram realizadas ou não. Caso uma ou mais não tenha sido realizada, já focamos nos impedimentos que atrapalharam que isso fosse feito. Essa abordagem gera maior dinamicidade nos Daily Scrums e o time percebe muito mais valor na cerimônia.

Lembre-se disso ao implementar o Scrum

Como um último lembrete e aviso, eu falo para vocês: lembrem-se sempre do primeiro princípio do Manifesto Ágil. Não trate o Scrum como um Leito de Procusto e tente adaptar seus times a ele. Adapte a metodologia aos seus times e você verá seus resultados absurdamente melhores. Conte com o Roads para te ajudar a obter esses resultados!

Receba os melhores insights para a gestão do seu negócio.

Increva-se na Newsletter!

Vamos te enviar os melhores insights
Oops! Something went wrong.
Não se preocupe, não vamos te mandar SPAM!